Quanto se transfere de votos em uma eleição?

Jan 19, 2022

Notamos facilmente que a transferência de votos passa pela situação atual em que os cidadãos estão envolvidos. A estabilidade dos três mais importantes índices que costumo aferir em pesquisas para checar a possível transferência são

  • Estabilidade
  • Segurança
  • Conforto

Uma vez que o cidadão possui essas percepções, automaticamente irá optar pela continuidade dos gestores. No caso de governador é mais notada. Porém a transferência de credibilidade de prefeitos para deputados, já fica um pouco mais distante, embora os deputados devam ter apoios da maior quantidade de prefeitos possível naquela região.

Mas quanto se transfere de votos de um candidato apoiador para um candidato que concorrerá a eleição?

Com raríssimas exceções, não mais que 10% devem ser esperados como taxa de transferência para um candidato que disputará as eleições. Porém o que se apura nesta data é, uma transferência de prefeitos para deputados. Daí o índice a ser calculado, normalmente é de aprovação da gestão x transferência de votos. Por exemplo:

O candidato a prefeito tem 65% de aprovação. Ele transfere quanto para o deputado que apoia?  

Cuidado que essa não é a matemática correta. Falamos de intenção de votos, o que é muito diferente de aprovação do mandato. Então para se ter uma real possibilidade de avaliação, a pesquisa deve ter a pergunta de intenção de votos do prefeito em uma possível reeleição x a intenção de votos do deputado.

Outra questão que pode ser levada em consideração é uma pergunta mais direta. Você votaria em um candidato apoiado pelo atual prefeito?

A pergunta é mais direta, mas o resultado das urnas podem estar muito longe do que aponta essa resposta. A razão é muito simples: não é porque gosto de você que vou gostar de quem você me indicar.

Eu trabalho sempre, com baixo índice de transferência, para não ser surpreendido lá na frente, principalmente pela comunicação horizontalizada e o poder de interação do eleitor diretamente com o candidato pelas mídias sociais. É algo a ser observado e planejado, pois uma resposta (interação) a desagradar o eleitor, o cenário pode ser alterado e, a surpresa, aparecerá nas urnas.

Há uma série de estudos que apresento aos leitores do Mapa do Voto 3, a jornada do eleitor, como forma de ajudar você nas melhores estratégias para as eleições 2022/2024. Compre primeiro clicando aqui.

Mais dicas e notícias, aqui!

CICQUE PARA VER MAIS CONTEÚDOS