Pautas sensíveis em tempos de pandemia

Mar 27, 2021

A pandemia é o valor notícia fundamental que deverá nortear o discurso eleitoral para 2022. As consequências geradas a curto, médio e a longo prazo vão provocar um debate altamente competitivo por parte dos pré-candidatos, candidatos e demais lideranças políticas.

O Brasil, como novo epicentro da pandemia pelo alto índice de óbitos, está sendo constantemente desafiado naquilo que tem como expertise: a vacinação em massa no Sistema Único de Saúde por meio do Programa Nacional de Imunização.

Nessa perspectiva, o noticiário gira em torno da capacidade do país em produzir imunizantes contra a Covid-19 e aplicá-los, em toda a população brasileira, no menor espaço de tempo.

Você precisa ter em mente um discurso de qualidade, tendo em vista o cenário atual. Ciente que ouvirá as dores do eleitor, você deverá compartilhar seu conhecimento por meio de conteúdos práticos que podem ser elencados em mensagens-chave. 

Posto isso, selecionei 10 pautas sensíveis - também conhecidas como pautas-bombas - e respectivos insights para incluir no seu rol de conhecimento. São elas:

Auxílio emergencial: a ajuda financeira fornecida pelo Governo Federal foi implementada para minimizar o impacto social com o desemprego. 

Corrupção: aumento de operações policiais que deflagraram grupos criminosos que desviaram recursos públicos destinados à combater a pandemia. 

Covid-19:
expansão e contágio, políticas de prevenção.

Fura-fila: quem vacinar primeiro? a política clara e transparente daqueles que receberão as primeiras doses de vacinas, a importância de respeitar o próximo sem regalias e mordomias em detrimento de uma classe sobre a outra.

Gestão de hospitais: transparência frente à condução administrativa, exigência de notório saber científico frente ao político, melhor destinação aos poucos recursos existentes, falta de leito, insumos e construção de hospitais de campanha.

Lockdown: medidas e decretos a serem tomados pelas autoridades governamentais visando a disseminação do vírus.

Saúde mental: impacto psicológico como ansiedade, depressão, angústia e medo.

Trabalho e renda: impacto social nas classes mais baixas e a paralisação das atividades comerciais.

Vacinas: tipos existentes no mercado mundial, diferenças entre elas, o papel da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o potencial dos laboratórios brasileiros (Fiocruz e Butantan) e a política de importação e exportação de insumos.

Violência doméstica: qual estratégia implementar para frear o aumento de feminicídio, estupros e abusos? 

Mais dicas e notícias, aqui!

CICQUE PARA VER MAIS CONTEÚDOS