Mobilização, a chave para conversão de voto

Jul 14, 2021

A mobilização é, sem dúvida, o assunto mais importante da campanha eleitoral, afinal, sem eleitorado, não há votos e, sem votos, não há possibilidade de se chegar ao cargo preterido.  O Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de São Carlos (SP), Ivan Ervolino, que também é um dos desenvolvedores do Sigalei, plataforma de gerenciamento de risco político e regulatório, participou de mais um encontro mediado pelo consultor político Gilberto Musto durante o Mapa do Voto Summit


Para mobilizar, é preciso engajar. “É uma questão transversal na Ciência Política tanto dentro do partido como no projeto político. É agir em conjunto para alcançar um objetivo”, reforçou. De acordo com Ervolino, existem mecanismos de engajamento para criar a sensação de pertencimento de grupos em torno de uma iniciativa. 

São eles: canais de diálogo para as pessoas entenderem que é possível interagir com o líder (saber onde encontrar e ter acesso a ele é importante), os canais de saída que tenham a liberdade de sair caso não se sintam reconhecidos e/ou representados por aquela instituição ou liderança e os  mecanismo da interação constante para  melhorar a relação entre as partes.

Em contrapartida, o representante deve perceber, e responder, todas as demandas que chegam pelos canais de voz. “É importante que o público saiba que foram processadas, ele quer se sentir ouvido, portanto nunca deixe uma demanda sem resposta (mesmo que seja pra falar que não será executada) porque, se não, acontece o efeito contrário: a desmobilização. A chave é estar atento e interagir para, quem está na ponta, saiba que tem um tomador de decisão olhando para ela”, explica. 


Confira, a seguir, outras dicas para mobilizar e converter votos:

  • Analise dados para fortalecer a relação entre emissor e receptor
  • Qualifique a mensagem e linguagem com valores para gerar satisfação 
  • Monitore se o grupo e o potencial eleitor, está satisfeito e entendendo o que você está comunicando por meio das suas iniciativas
  • Se aproxime do eleitor constantemente para que ele se sinta parte da construção de políticas públicas por meio de ideais, críticas e sugestões
  • A mobilização precisa ter aderência
  • Invista em pesquisas para ter um diagnóstico do ambiente, como as pessoas se comportam e traçar estratégias ao longo do tempo, ainda mais agora que a campanha tem 45 dias e que as decisões precisam ser tomadas de forma ainda mais ágil
  • Levante informações, e as consolide, constantemente

Clique aqui para acompanhar a live na íntegra e descubra como fazer uma campanha vitoriosa

 

Mais dicas e notícias, aqui!

CICQUE PARA VER MAIS CONTEÚDOS